Cultive a sua saúde

Podemos resumir a Saúde como um estado de equilíbrio físico, mental e social, como afirma a OMS (Organização mundial de Saúde), e não apenas a ausência de doença.

Mas no que consiste exactamente a Saúde?

Onde começa e acaba o equilíbrio?

No que consiste este equilíbrio físico, mental e social?

São perguntas que vou tentar responder neste artigo.

Em primeiro lugar é importante compreender que a saúde centra-se no Eu. Quero com isto dizer que a Saúde não começa de fora para dentro, mas sim de dentro para fora. Simplificando, nunca poderemos estar plenamente saudáveis se procurarmos esse estado em superalimentos, medicamentos ou qualquer tipo de tratamento (ter em atenção que todos estes apoios são importantes e, em muitos casos fundamentais).

Então se eu quizer viver em plena saúde, por onde devo começar?

Pela atitude!

Devo primeiro que tudo querer, pois a procura e manutenção da saúde é algo de permanente e eterno, requerendo esforço e dedicação da minha parte.

Sacrifício; será muitas das vezes fazer coisas que nos custam, que não nos apetece em prol do nosso bem-estar a médio e longo prazo.

Nesta parte começamos o mais importante pois estamos já a trabalhar o aspecto mental, determinante em toda a nossa vida e com reflexos em todas as áreas humanas.

A definição de equilíbrio é, e será sempre, subjectiva sendo também um conceito flexível. Quer dizer que para estarmos em equilíbrio nos encontramos num intervalo correto.

Alimentação – Todos nós sabemos da importância que a alimentação tem na nossa saúde; já Hipócrates dizia “somos aquilo que comemos”. Embora sejamos muito mais que isso, Hipócrates deixou esta reflexão para que todos tenhamos a noção da importância do alimento na nossa saúde.

Actividade física – É também do senso comum que a actividade física tem um papel determinante no nosso estado. Todos nos entendemos como o nosso corpo muda com a presença/ausência de actividade física.

Repouso – Centrado no sono, mas dando também importância às sestas, o repouso é um aspecto negligenciado por muitos, mas com reflexos gigantescos no nosso estado. Vivemos numa sociedade em que o tempo parece encurtar, e acabamos muitas vezes por “recuperá-lo” roubando horas ao nosso sono ou aos momentos em que podemos descansar. O Sono está intimamente ligado ao potencial físico, mental e emocional.

Comunicação/interacção – Creio que esta é uma área muito negligenciada (à semelhança do sono) no que à saúde diz respeito. Vivemos tempos em que comunicamos permanentemente, mas virtualmente. “Não temos tempo” para conviver, interagir e confraternizar com os amigos e a família. O pior é que achamos possível compensar esta ausência com as comunicações virtuais. Não nos podemos esquecer que o ser humano é um ser comunitário que necessita de se sentir integrado para se encontrar feliz e realizado, sendo por isso fundamental preservar esta área. Nesta área interessa também a interacção com o meio ambiente, a natureza pois esta exerce um profundo efeito em nós.

 

Nesta página poderão encontrar artigos sobre as diversas áreas que nos são úteis no cultivo da saúde. Dicas sobre como melhorarmos o sono, a alimentação, etc.

Tentarei também apresentar estudos que demonstram os efeitos destas áreas na nossa saúde para os mais cépticos.