flebite

Flebite, o tratamento é possível

“A flebite é uma inflamação de uma veia. Quando afeta as veias que se veem através da pele denomina-se flebite superficial. Se estão inflamadas as veias situadas entre os músculos e portanto não se veem é a flebite profunda ou tromboflebite.”

flebite superficial

A flebite é um problema com alguma gravidade e sobretudo bastante dolorosa.

Podem existir inúmeros sintomas como; dor, inchaço, rubor ou vermelhidão, sensibilidade extrema ao toque, calor.

Este problema dificulta a mobilidade, o sono e causa inquietação pelo nível de desconforto que infere.

Os conselhos gerais são os seguintes:

  • É fundamental ir imediatamente ver um médico para começar a ser seguido(a).
  • Repouso.
  • Fazer exercícios para mover as estruturas afectadas (geralmente a flebite ocorre na região interna junto à canela), esticar e flectir os pés.
  • Após recuperação usar meias de repouso apropriadas.

Infelizmente este problema pode ser de resolução mais complexa do que às vezes aparenta. Por vezes os quadros arrastam-se, as semanas e meses passam sem que as pessoas possam sentir melhorias substanciais.

A Medicina Chinesa, através da acupunctura, pode dar o impulso necessário para se libertar deste problema.

É já bem conhecida a acção da acupunctura no tratamento da dor. Mas porque será útil num quadro circulatório? Pois, é que a acupunctura não actua apenas na dor mas em muitos outros aspectos do nosso corpo.

São obtidos efeitos muito interessantes em problemas circulatórios, nomeadamente nos da flebite. A acupunctura pode não só diminuir substancialmente a dor, como diminuir a inflamação e o inchaço. Para além disto a acupunctura interfere directamente com o aspecto circulatório, contribuindo assim para que a flebite esmoreça e, eventualmente, desapareça

Abaixo partilho um caso clínico de uma paciente que me visitou com uma flebite

ACUPUNCTURA

Alguns pacientes fazem visitas regulares. É uma vantagem inequívoca pois são acompanhados e o seu corpo tende a manter-se bastante mais saudável.

Um destes pacientes, aquando um consulta de rotina apresentou-se com queixa na perna esquerda. Fizemos tratamento e saiu com algumas melhoras.

Na semana seguinte, havia ido ao médico que lhe pediu para fazer exames. Deixou-a logo em alerta pois suspeitava de flebite.

Uma vez que este paciente visita-me com regularidade, decidimos começar a abordar este problema com mais dedicação. Nas primeiras sessões o paciente sentiu melhorias embora tímidas.

Fui aprimorando o tratamento de acupunctura, até que por volta da 3ª ou 4ª sessão os sintomas começaram a regredir seriamente. A cada semana que passava os sintomas apresentavam-se mais fracos. Sinal evidente que a acupunctura estava a ter um desempenho muito interessante.

O paciente, que sofria diariamente com dores lancinantes, extrema sensibilidade ao toque e grande inchaço na veia inflamada, passou a conseguir fazer a sua vida normal. A única coisa que continuava a fazer era evitar grandes esforços pois a perna tinha menos resistência que a outra.

Ao final de mais algumas semanas os sintomas tornaram-se raramente visíveis. A paciente ficou apenas a aguardar novo exame para ter certeza absoluta que a flebite já havia regredido e assim voltar aos habituais tratamentos de manutenção

Rafael Laballe

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *