Cisto de Bartholin

Certo dia recebi uma paciente com Cisto de Bartholin. Tinha ido fazer um exame de rotina à sua ginecologista quando lhe foi diagnosticado o Cisto.

As glândulas de Bartholin secretam muco para hidratar a região vulvar. Estão localizadas bilateralmente na área vulvovaginal profundamente na vulva. Cistos e abcessos são as causas mais comuns de queixas relacionadas a essas glândulas. Tumores originados nessas glândulas são extremamente raros (carcinoma da glândula de Bartholin). As obstruções não inflamatórias dos ductos geralmente são de origem traumática, secundárias a traumatismos do períneo, lacerações obstétricas (durante o parto) ou à episiotomia (corte que, algumas vezes, se realiza no períneo para facilitar a saída do feto).

A sua médica sugeriu-lhe fazer uma incisão para retirar o cisto, mas a paciente recusou. Tendo recusado a terapêutica, a Dr.ª receitou-lhe um antibiótico e um anti-inflamatório, que a paciente decidiu também não tomar, sem antes me consultar.

A paciente apresentava grande inchaço na glândula direita com rigidez e também dor e desconforto quando sentada.

Foi então que começamos o tratamento de acupunctura. O primeiro tratamento durou cerca de 2 horas, tendo sido selecionados 2 pontos no polegar.

No dia seguinte a paciente já não apresentava dor ao sentar e a glândula já não apresentava qualquer inchaço. Contudo, o cisto ainda era sentido no seu interior. Nos dias seguintes voltei a fazer tratamento, tendo em alguns deles, acrescentado um outro ponto no dedo anelar. No total foram feitos cerca de 8 tratamentos e no final destes, o cisto tinha já diminuído.

Entretanto não voltamos a fazer tratamentos mas o cisto continuou a diminuir até acabar por desaparecer….

A acupunctura trata muito mais do que a dor, trata doenças internas, infecções, distúrbios autoimunes, etc…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *